Palestras
 
InícioInício  PortalPortal  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Registrar-se
Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Fórum
Chat
Últimos assuntos
» Ajuda Mútua - Uma forma simples de ganhar dinheiro
Ter Maio 22, 2012 2:12 am por Fog

» Os girassóis e nós.
Ter Jan 10, 2012 6:32 am por carine

» Missa Canção Nova 20/111/2010
Seg Nov 22, 2010 2:51 pm por regina

» Não Percam hoje Padre Fábio no programa Todo seu
Sex Nov 19, 2010 2:51 pm por regina

» NOVO LIVRO DE PADRE FABIO!
Qui Nov 18, 2010 3:46 pm por regina

» Programas de 2010
Sab Nov 13, 2010 12:33 pm por regina

» DVD ILUMINAR
Sex Nov 12, 2010 1:27 am por regina

» Show Padre Fábio em Ilhéus dia 05/11/2010
Dom Nov 07, 2010 4:48 pm por regina

» Show em Aparecida 10/2010
Sex Out 15, 2010 12:23 am por regina

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Patrocinadores
Musica

marcas do eterno - Fabio de Melo

Compartilhe | 
 

 DOIS CASOS DE SEQUESTRO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
regina
Admin
avatar

Mensagens : 981
Data de inscrição : 04/08/2008

MensagemAssunto: DOIS CASOS DE SEQUESTRO   Sab Ago 09, 2008 4:12 pm

DOIS CASOS DE SEQUESTRO


O quarto era sombrio, imundo. A vida de quem o habitava também.
Este é o quarto do meu filho!- revelou-me com voz embargada, cheia de tristeza, aquela mulher nem jovem, nem velha. Na confissão quase envergonhada de que aquele lugar estranho era o lugar da casa reservado ao seu filho, a mulher parecia pedir socorro, como se estivesse contando ter descoberto o lugar do cativeiro do filho seqüestrado. Não, não era um lugar distante dos seus olhos. Era dentro da sua própria casa que os seqüestradores mantinham o seu filho amado em condições inumanas.
As drogas o seqüestraram. O vício chegou de mansinho, assim como tudo na vida. A droga o fez assumir uma personalidade estranha, alheia, porque provocou nele o esquecimento de quem ele era. Seqüestro da subjetividade. Nem sempre é preciso levar o corpo, acorrentá-lo de maneira concreta, real. Viciados não se pertencem mais. Estão sujeitos a uma necessidade que se opõe à liberdade.
Outra história. Ela era uma moça bonita. Beleza não convencional. Tinha quinze anos quando conheceu o rapaz. O encanto tem o poder de cegar os que estão encantados..Os encantadores sabem disso. Pouco a pouco, ele foi invadindo a sua casa, a sua vida, os seus valores. Aquela que até tão pouco tempo brincava de boneca agora tinha nos braços uma criança de verdade. Maternidade prematura. Ela era apenas um objeto de sua satisfação. Ela deixava que fosse assim. Não tinha forças para discordar. O encanto ainda continuava.
Aquele rapaz não lhe deixara apenas um filho. Deixou-lhe também a dependência química do álcool. Dezesseis anos, mãe e alcoólatra. Numa manhã iluminada de setembro, ela apareceu morta, vítima de overdose, na garagem de sua casa.
Dois exemplos clássicos de seqüestro da subjetividade. Seduções que resultaram em tragédias.
O processo é simples assim. O seqüestrador afasta sua vítima de tudo o que para ela representa segurança. Quanto maior a insegurança, maior será o seu domínio.
Representar o papel que o outro escreveu é o mesmo que abdicar do direito de escrever a própria história, o próprio enredo. É permitir que a máscara seja colada na cara, ocultando assim o que se é.
O conceito de pessoa, proposto pela reflexão cristã, é profundamente enriquecedor. Ele é estabelecido a partir de dois pilares, que serão tratados agora.

Obra: Quem me roubou de mim?
Autor: Fábio de Melo
Páginas-54-58
Editora: Canção Nova



[b]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://padrefabiodemelo.forumbrasil.net
 
DOIS CASOS DE SEQUESTRO
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» (Unesp) Função - Potássio x tempo
» vetor perpendicular a outros dois vetores
» Dois trens e um pássaro
» Polígonos - Determine o valor de x nos casos
» (UNICAMP-2000) - dois números

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Padre Fábio de Melo :: Forum :: Geral :: Livros-
Ir para:  

marcas do eterno - Fabio de MeloUm fórum grátis | © phpBB | Fórum grátis de ajuda | Assinalar uma queixa | Fórum grátis