Palestras
 
InícioInício  PortalPortal  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Registrar-se
Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Fórum
Chat
Últimos assuntos
» Ajuda Mútua - Uma forma simples de ganhar dinheiro
Ter Maio 22, 2012 2:12 am por Fog

» Os girassóis e nós.
Ter Jan 10, 2012 6:32 am por carine

» Missa Canção Nova 20/111/2010
Seg Nov 22, 2010 2:51 pm por regina

» Não Percam hoje Padre Fábio no programa Todo seu
Sex Nov 19, 2010 2:51 pm por regina

» NOVO LIVRO DE PADRE FABIO!
Qui Nov 18, 2010 3:46 pm por regina

» Programas de 2010
Sab Nov 13, 2010 12:33 pm por regina

» DVD ILUMINAR
Sex Nov 12, 2010 1:27 am por regina

» Show Padre Fábio em Ilhéus dia 05/11/2010
Dom Nov 07, 2010 4:48 pm por regina

» Show em Aparecida 10/2010
Sex Out 15, 2010 12:23 am por regina

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Patrocinadores
Musica

marcas do eterno - Fabio de Melo

Compartilhe | 
 

 INTIMIDADE

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
regina
Admin
avatar

Mensagens : 981
Data de inscrição : 04/08/2008

MensagemAssunto: INTIMIDADE   Ter Ago 12, 2008 10:30 pm

INTIMIDADE!

Que seja assim! Tardes que caem para que nasçam as noites. Acordes que terminam para que a pausa prepare o som que virá. A vida e seu movimento tão cheio de sabedoria. Que seja assim! Que seja sempre assim! Esquinas que dobramos com o desejo de alcançar outras esquinas. Depois da chuva, o frescor. Tudo prepara uma forma de depois, como se o agora fosse uma passagem constante que nos conduz com seu cordão invisível. Eu vou. Vou sempre. Não sei não ir. Minha curiosidade me move para dentro de mim. Sou um desconhecido interessante.

A cada dia uma nova notícia me entrego. Eu me dou em partes, como se devolvesse o que já sou, Àquele que me deu totalmente. Vivo pra desvendar. Esquinas; tardes caídas; manhãs que se levantam com o sol. Ando amando mais. Meus amigos são tantos; meus limites também. Cada vez mais padre, mais feliz. Eu sou sem medo de errar. Eu desejo a sacralidade de cada dia.

Deitar no chão da existência é tão necessário. Eu me levanto mais devolvido, porque há muitas partes de mim esparramadas, caídas pelas esquinas da vida. Recolher-me é obra que faço por Deus. Estou em reformas. Deus o sabe. Ele é que tirou a primeira pedra. Tirou. Não atirou. Deus não sabe atirar. Prefere tirar. Eu deixo. Sou Dele.

Quero ser sempre mais. Em partes, pra ser todo. Ele me devolve a cada dia. Eu também. Lição de casa que faço com gosto. Vez ou outra Ele me olha nos olhos e me dita poemas. Fico tão encantado que até esqueço as palavras. Ele manda eu prestar atenção. Digo que não sei. Ele ri de mim. "Poetas são todos iguais" - conclui enquanto mexe no meu cabelo. Eu o vejo de perto, bem de perto. Por vezes sinto o desejo de lhe pedir o impossível, mas aí me falta coragem. Aí peço que me dê só o necessário. Ele me surpreende com medidas que não mereço. Fico mudo, sem saber dizer. Ele me socorre com seu sorriso. E de súbito, as palavras voltam a fazer parte de mim.

(Pe Fábio de Melo, scj.)[b]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://padrefabiodemelo.forumbrasil.net
 
INTIMIDADE
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Momentos Espíritas II

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Padre Fábio de Melo :: Forum :: Geral :: Poetizando-
Ir para:  

marcas do eterno - Fabio de MeloFórum grátis | © phpBB | Fórum grátis de ajuda | Assinalar uma queixa | Fórum grátis