Palestras
 
InícioInício  PortalPortal  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Registrar-se
Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Fórum
Chat
Últimos assuntos
» Ajuda Mútua - Uma forma simples de ganhar dinheiro
Ter Maio 22, 2012 2:12 am por Fog

» Os girassóis e nós.
Ter Jan 10, 2012 6:32 am por carine

» Missa Canção Nova 20/111/2010
Seg Nov 22, 2010 2:51 pm por regina

» Não Percam hoje Padre Fábio no programa Todo seu
Sex Nov 19, 2010 2:51 pm por regina

» NOVO LIVRO DE PADRE FABIO!
Qui Nov 18, 2010 3:46 pm por regina

» Programas de 2010
Sab Nov 13, 2010 12:33 pm por regina

» DVD ILUMINAR
Sex Nov 12, 2010 1:27 am por regina

» Show Padre Fábio em Ilhéus dia 05/11/2010
Dom Nov 07, 2010 4:48 pm por regina

» Show em Aparecida 10/2010
Sex Out 15, 2010 12:23 am por regina

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Patrocinadores
Musica

marcas do eterno - Fabio de Melo

Compartilhe | 
 

 RELAÇÕES QUE SEQUESTRAM

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
regina
Admin
avatar

Mensagens : 981
Data de inscrição : 04/08/2008

MensagemAssunto: RELAÇÕES QUE SEQUESTRAM   Ter Ago 12, 2008 11:24 pm

RELAÇÕES QUE SEQUESTRAM


Como vimos, o processo de ser pessoa está diretamente ligado à problemática do seqüestro da subjetividade. A razão é simples. Se uma pessoa está privada de ser ela mesma porque alguém a trancafiou em uma relação de seqüestro, é bem provável que ela deixe de dispor de si mesma e conseqüentemente deixe de dispor-se aos outros. Por isso, temos duas realidades dignas de análise que podem ser assim simplificadas: ou vivemos só para nós ou vivemos só para os outros. Nos dois casos há um grande erro sendo cometido.
Viver a dinâmica que o conceito de pessoa nos sugere é trabalhoso.
O eu, na solidão, sem interação, não poderá crescer. O que dispões de si mesmo carece de entrar na disponibilidade das relações. Elas o aperfeiçoarão.
Por outro lado, a conjugação deste nós, sem que antes tenha ocorrido a disposição do eu, caracteriza-se como forma de comunitarismo infértil.
Antes da disponibilidade para o outro, é indispensável a disposição de si. Só quem é dono de si pode oferecer aos outros sem tantos riscos de se perdr no outro.
Desafio consiste em equilibrar os dois pilares. As duas realidades se complementam.
Relações que seqüestram são aquelas em que um eu tenta sufocar outro tu, reduzindo-o a mero instrumento de sua afirmação
Alguém, quando é colocado na condição de algo, vive a negação de sua dignidade; desumaniza-se, porque deixa de ser considerado como pessoa.
No seqüestro da subjetividade o seqüestrador passa a ser o proprietário. O seqüestrado permite essa relação. O medo de ser deixado, abandonado, o encoraja a sofrer todos esses malefícios. Nesse caso, vale aquela máxima popular: “Ruim cm ele, pior sem ele!”
O cativeiro por pior que seja, acabou por se tornar um lugar seguro. O seqüestrado está esquecido da vida livre; já não sabe como é ser gente fora das prisões. Esqueceu que é rei e vive como se fosse escravo.
Quem sobrevive de qualquer maneira facilmente também se considera qualquer pessoa.
É a cultura do “qualquer jeito” que tem anestesiado tanto as pessoas para as transformações necessárias.
Este é o resultado psicológico desta modalidade de seqüestro. O que temos é uma vítima acostumada com a violência que sofre. Violência sutil, velada, que não tem as mesmas características do ato violento declarado.

Obra: Quem me roubou de mim

Autor: Fábio de Melo
Paginas 68-71
Editora Canção Nova






[i]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://padrefabiodemelo.forumbrasil.net
 
RELAÇÕES QUE SEQUESTRAM
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Alemão preso por manter relação com irmã quer indenização
» relação fundamental
» Dúvida em relação a MUV, equações.
» Relações entre conjuntos (reflexivas, etc.)
» Preposição e sua relação de instrumento

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Padre Fábio de Melo :: Forum :: Geral :: Livros-
Ir para:  

marcas do eterno - Fabio de MeloForumeiros.com | © phpBB | Fórum grátis de ajuda | Assinalar uma queixa | Fórum grátis